Cícero Cattani
01 fev 2018

A sorte dos candidatos que fazem dos cargos trampolim (2)

Veterano e vencedor de muitas batalhas,  Valdir Rossoni, um homem tão poderoso, pode estar temente da reeleição à Câmara Federal, onde teve atuação discreta, antes de assumir a Casa Civil, quando voltou à cena como o homem forte do governo Richa.

Rossoni é  competente, dono de inegável capacidade na  articulação política,  reconhecida até pelos adversários, capaz  de arregaçar as mangas da camisa e trabalhar  até 24 horas, não está tranquilo com o seu amanhã eleitoral.

Peca na pressão exagerada que exerce sobre os prefeitos. É a queixa.  Mesmo poderoso, está tentando costurar e amarrar tudo entes de sair.

Dentro governo, tem mais candidatos à Câmara Federal do que à Assembleia. Será que essa turma está contando, depois de deixar os cargos, com a força eleitoral de Beto Richa, questiona-se. A máquina do governo já tem chapa pronta para a eleição proporcional.

Mesmo assim, à toda hora, mais candidatos mostram as cabeças (vão levar chumbo, com certeza).  Nessa debandada a um futuro incerto, só sobraria no secretariado,  os secretários da Fazenda, Administração e o novo da Segurança.

Seria o medo da Cida Borghetti no governo?

Calma, gente. Beto Richa não tomou nenhuma decisão de  concorrer ou não ao Senado. Se permanecer no Iguaçu,  lá se vão as pretensões de  José Pepe Richa e de Marcello Richa, por força do parentesco.

Comentários

  • Dr amilcar | 02 fev 2018

    So pode estar brincando né….ou a materia e paga ou alguem tem cargo e precisa dele

  • Dr amilcar | 02 fev 2018

    Competente kkkkkk

Faça um Comentário