Cícero Cattani
25 jan 2018

Sem licitação, Helisul garante jatinho para Richa voar

Pela segunda vez, a licitação para escolher quem forneceria um jatinho para o governador Beto Richa terminou sem nenhuma empresa interessada. Tecnicamente, a licitação feita no dia 23, “terminou deserta”.O edital da Casa Militar prevê até R$ 4,8 milhões em pagamentos para a empresa que fornecer o jato. O gasto final depende da quantidade de quilômetros voados. (com po blog Caixa Zero e Gazeta do Povo).

Olho vivo: como não dá para ficar sem jatinho (s) em ano eleitoral, é lícito supor que  governo  usará a falta de interesse para fazer um contrato emergencial. A atual prestadora de serviço, escolhida em 2013, é a Helisul. O custo poderá ser o mesmo: R$ 4,8 milhões, dependendo das horas de voo.

E o helicóptero, como fica? Sem ele não será possível fazer o pinga-pinga entre redutos eleitorais próximos. Nunca esquecendo, também, o custo do acompanhamento do pessoal de apoio, jornalistas, cinegrafias. Sem imagens não dá pra aparecer na televisão.

Faça um Comentário