Cícero Cattani
26 jan 2018

Richa investigado. Se escapar de uma, ainda terá três outras

São previsíveis os desdobramentos do avanço da Operação Quadro Negro sobre alguns intocáveis tucanos, a começar pelo governador Beto Richa, mas que só poderão ser conferidos nas urnas do sete de outubro.  Lideranças dos professores – tem assembleia estadual  no sábado – vão explorar à exaustão. A campanha  eleitoral será  marcada pelas denúncias da oposição.

A situação do presidente do PSDB paranaense e possível candidato ao Senado é, contudo, a mais grave. Munição não vai faltar:

O Supremo autorizou abertura de inquérito e mandou investigar a que pode pesar mais contra ele:

Richa foi citado na delação premiada de executivos da empreiteira Odebrecht e está na segunda lista do Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, de políticos com foro privilegiado que devem ser investigados. Os delatores afirmam que o governador recebeu valores da empreiteira via caixa 2, por conta de favorecimento a Odebrecht no contrato da duplicação e concessão de pedágio por 30 anos da PR-323

Tem a Operação Publicano: O Superior Tribunal de Justiça abriu inquérito para investigar denúncias de um delator  sobre  esquema de corrupção na Receita estadual, que teria alimentado o caixa dois da campanha de reeleição.

Outra  investigação é sobre o envolvimento do tucano em relação às supostas fraudes na concessão de licenças ambientais pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP) no Porto de Paranaguá. A apuração corre em segredo de Justiça. 
Está no Supremo a delação de executivo da JBS:  Beto Richa “pegou tudo em dinheiro”, segundo o delator Ricardo Saud, ao falar sobre repasses feitos pelo grupo J&F ao governador. Saud, disse à Procuradoria-Geral da República que entregou R$ 1 milhão em dinheiro vivo para o secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, José Richa Filho, na porta de um supermercado em Curitiba.

Comentários

  • Roberto Pollo | 26 jan 2018

    Não vamos nos iludir, estamos num regime de ditadura brava. Ele só seria punido se se filiar ao PT.

  • VALDIR | 27 jan 2018

    com certeza, se fosse do pt já estaria preso e sem passaporte…kkkkk
    Tucano é ave silvestre, proibido prender..kkk

  • CLEON COSME COSTA | 27 jan 2018

    Eu dúvido que façam valer a lei para os tucanos corruptos. JUDICIÁRIO tem tendencias a acobertarem o povo do PSDB.

  • Rock | 27 jan 2018

    Não esqueçam o Rossoni que é o cérebro do Richa que só faz o que ele manda e é por isso que colocou sua carreira politica em jogo por escutar quem já tinha acusações de falcatruas ainda quando Richa nem sonhava em ser politico e a única coisa que fazia era viver como playboy improdutico

Faça um Comentário