Cícero Cattani
08 jan 2018

Requião e o Plano B de Lula para presidência

“Quem frequenta o círculo íntimo de Roberto Requião conta que há muito o senador não esbanjava tanto entusiasmo quanto nos últimos tempos, quando a imprensa começou a especular a possibilidade de ele ser vice de Lula.

Ele toparia na hora abandonar o plano de reeleição ao Senado para formar a chapa com o petista. A chance de Lula formalizar  convite, porém, é mínima”.

A informação está no Radar da Veja.

Não é o que pensa a  presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann. Ela tem insistido nessa dobradinha, que implicaria de início, Requião ter de mudar de sigla, não necessariamente  para partido dela.

Há ainda tempo pela frente para deslindar essa aliança das esquerdas em torno de Lula e Requião. O ex-presidente impedido de concorrer, Requião estaria a postos, o Plano B.

Segundo fonte petista,   Requião é o melhor B devido a seus méritos pessoais, mas também a problemas das demais opções. Inclusive daquelas existentes no PT.

O ex-governador da Bahia e ex-ministro de Lula e Dilma Rousseff Jaques Wagner seria “tímido” demais para se impor politicamente.

O ex-prefeito de São Paulo Fernando Hadad, a favor de quem o próprio Lula chegou a falar como alternativa, é tido como de perfil parecido (e indesejável) com o de Dilma Rousseff: gerencial e centralizador demais, político e carismático de menos.

Faça um Comentário