Cícero Cattani
04 fev 2019

Ratinho Jr, decepciona até os deputados novatos com seu “plano de governo”

Foi uma decepção generalizada o discurso de Ratinho Jr na abertura do ano legislativo. Vazio, foi a conclusão até de deputados novatos da base de apoio, que esperavam ouvir do novo governador um “plano de governo”, conforme anunciado: Até as medidas de contenção de gastos não foram além dos manjados e conhecidos discursos de campanha.

Tudo somado, tais medidas de corte de gastos geram uma economia anual para os cofres do governo de cerca de R$ 50 milhões por ano, segundo cálculos de três deputados. O que equivale a 0,1% do total do Orçamento Geral do Estado, segundo o site Contraponto

Os deputados esperavam ouvir do novo governador um “plano de governo”, conforme anunciado:

  • uma descrição precisa sobre a situação das finanças estaduais;
  • a revelação de alguns programas bem delineados, principalmente nas áreas de segurança, educação e saúde;
  • projetos claros e factíveis de investimentos em infraestrutura, diretos ou por meio de PPPs;
  • política tributária que promova maior dinamismo à economia estadual
  • medidas para reequilibrar os periclitantes fundos da previdência oficial;
  • programas de alcance social que eventualmente possam ser desenvolvidos pelas estatais Copel e Sanepar;
  • medidas para a recuperação da defasagem salarial dos servidores públicos;
  • posição firme a respeito do excessivo repasse de recursos orçamentários para os demais poderes.

Os pontos mais destacados por Ratinho Jr. em seu discurso mais se limitaram aos feitos cosméticos típicos de campanha eleitoral:

  • enviou Proposta de Emenda Constitucional (PEC) acabando com aposentadoria de governadores;
  • congelou o próprio salário e dos secretários de Estado;
  • devolveu o avião aluga que servia ao governador;
  • reduziu taxas do Detran;
  • reduziu o número de secretarias.

Fonte: Contratempo.

Faça um Comentário