Cícero Cattani
16 nov 2017

Quadro Negro. Justiça nega liminar a Richa contra APP


Justiça nega liminar a Beto Richa, em ação por danos morais contra APP. Governador alegou que sua imagem, honra e prestígio foram abalados pela exposição das informações sobre a Operação Quadro Negro


O Governador do Paraná, Carlos Alberto Richa (PSDB), abriu processo judicial por danos morais contra a APP-Sindicato, devido à exposição de fatos sobre a “Operação Quadro Negro” envolvendo seu nome. Richa alega que teve sua honra, imagem, prestígio e reputação abalados e pede indenização de quase R$ 47 mil.

O Juiz Marcos Vinícius da Rocha Loures Demchuk negou o pedido de liminar à Richa. No entendimento do magistrado, as pessoas consideradas públicas estão sujeitas a maior exposição e suscetíveis a avaliações da sociedade e da imprensa. “No caso, diante das informações lançadas na mídia quanto à menção do nome de Carlos Alberto Richa por pessoas investigadas na referida operação, não há dúvidas de que este, que ocupa o cargo de Governador do Estado do Paraná, seria alvo de críticas e teria sua atuação fortemente questionada”, explica o juiz.

Comentários

  • Pandora | 17 nov 2017

    Uma vez patife, sempre patife!!!

Faça um Comentário