Cícero Cattani
16 mar 2018

Osmar Dias, líder das pesquisa, e a guerrilha na internet

A campanha pra lá de insidiosa contra Osmar Dias  ganha comentário do respeitado jornalista de Londrina Claudio Osti, do Paçoca com Cebola, que dá um ideia do quanto custa liderar as pesquisas de opinião e de como os adversários reagem:

  • – O deputado federal Luiz Carlos Hauly diz que campanhas eleitorais são importantes porque depuram a alma. Não fica pedra sobre pedra.

Pois é.

Osmar Dias, (ainda no PDT), pré-candidato a governador do Paraná, já começou a entender bem sobre o significado da frase do seu ex-companheiro de partido.

Nas últimas semanas ele tem sido alvo de intenso tiroteio na mídia, em especial nas redes sociais, sobre sua ligação com o PT.

Ele sempre é explorado com aquela tradicional foto, entre Lula e Dilma. Todos levantando as mãos em sinal de vitória. Em outros ele aparece sempre com a polêmica senadora Gleisi Hoffmann, presidente do PT.

No facebook até criaram um perfil só para relembrar estes momentos Osmar/PT. Chama-se Dias Piores para o Paraná. Isto, não  é  de graça.

Quem seriam os financiadores?

Façam suas apostas.

Comentários

  • marco | 17 mar 2018

    Podem colocar o que quiser, ninguém acredita mais nestes fake news, o que realmente acreditamos é Osmar Dias próximo Governador do Estado do Paraná, não tem para ninguém.

  • marco (Prof¨) | 17 mar 2018

    Podem colocar o que quiser, ninguém acredita mais nestes fake news, o que realmente acreditamos é Osmar Dias próximo Governador do Estado do Paraná, não tem para ninguém.

  • Birn Neto | 18 mar 2018

    Osmar é um cara que, ou não ouve ninguém – é turrão, ou é mal assessorado. Tudo isso reflete em comportamento indeciso e sem visão/percepção adequada do cenário político. Osmar tem apoio do agronegócio, mas vive se envolvendo com PT, Gleisi Hoffmann, Requião… E uma relação complicada com o irmão, o senador Álvaro Dias. Até emprego no Banco do Brasil ele conseguiu do PT. Que vá pros infernos juntamente com esses corruptos e incompetentes do PT e do velho MDB de guerra (leia-se Requião). Osmar vai perder de novo!

Faça um Comentário