Cícero Cattani
01 ago 2017

Os vices do Urtigão III

Por  Ruth Bolognese

–  Se o ex-senador Osmar Dias for mesmo candidato ao Governo terá que corrigir a mania de  escolher vices errados. Na primeira vez, lá no jurássico ano de 2006, trouxe a tona um tal de Derli Donin, ex-prefeito de Toledo, afundado em denúncias de enriquecimento ilícito e fraudes em licitações. Eu sei, eu sei, perto do que vivemos hoje o Derli ganharia o céu ao lado do Frei Galvão, mas naquele tempo causava.

Na campanha de 2010, o vice de Osmar Dias foi ninguém menos do que o Rodriguinho Rocha Loures, mais conhecido como “Homem da Mala”, atualmente incomunicável e usando uma pulseirinha no tornozelo. No coments.

A continuar nessa batida, o Urtigão III (três vezes candidato) é capaz de surpreender de novo e escolher como vice um primo bem distante do governador Beto Richa ou até, quem sabe, o “grande chefe” do deputado-xará, Osmar Serraglio, que tinha Carne Fraca.

Poderia até pedir ajuda ao irmão Alvaro Dias para não errar, mas  êpa, êpa!! , desse mato não sai coelho. Quando foi governador, Alvaro teve que permanecer no cargo até o último dia para evitar que o seu vice, Ari Queiroz, destruísse todas aquelas casinhas em forma de “A” que ele havia espalhado pelas estradas do Paraná para marcar suas obras.

O Urtigão III vai ter que fumar muito cigarrinho de “páia” e  “matutá” feito tamanduá pra não errar outra vez.

Comentários

  • Zangado | 01 ago 2017

    Uma das excrescências políticas é o tal do “vice”, ninguém vota no vice e não tem nenhuma atuação que o distinga. É hora de acabar com “vices” na política. No esporte prefere-se o terceiro lugar que ser vice.

Faça um Comentário