Cícero Cattani
02 abr 2018

O primeiro governo foi ruim. O segundo foi muito pior

Por Rogério Galindo – Caixa Zero/GP

Beto Richa terminou seu primeiro governo com uma frase na ponta da língua: “O melhor está por vir”. Não é difícil entender o motivo da promessa. É que os quatro anos do primeiro mandato não tinham sido lá grande coisa da população. Mas, dizia Beto, era fácil explicar.

E a explicação era a de sempre. Ele pegou um governo quebrado. Recebeu uma herança maldita. Tudo estava um horror – usou todas as desculpas do manual. Mas no segundo mandato? Ah, tudo seria diferente porque agora, dizia ele, estamos com a casa em ordem!

Aparentemente Beto tinha crédito com a população, ou pode ser que simplesmente detestasse as duas alternativas que lhe foram apresentadas – Requião e Gleisi. Fato é que o governador, com 17 partidos e mais de 600 candidatos a deputado a seu lado, levou as eleição com a mão nas costas.

Mas logo em seguida ficou claro que o buraco era bem mais embaixo. O primeiro mandato não tinha sido apenas de falta de obras e realizações, como se imaginava. Tinha sido também um período de gastança desmedida, de quebradeira geral das contas públicas.

Caos
Assim que se reelegeu, Richa deixou claro que o Paraná cenográfico da campanha tinha de ser desmontado. Chamou um secretário da Fazenda encarregado de fazer a Derrama, agora tucanada com o apelidinho simpático de “ajuste fiscal”. Aumentou IPVA, ICMS, taxou aposentados.

Mesmo assim, a coisa era feia. Para pagar o décimo terceiro, o governador do “melhor está por vir “quase teve de vender sua meia dúzia de livros (ainda em bom estado, nenhum sinal de que tenham sido lidos) para um sebo. “Estamos contando os centavos”, disse Mauro Ricardo, que chegou admitindo a irresponsabilidade que corria solta no Paraná.

Comentários

  • marco Prof. | 03 abr 2018

    Tomara que esta personagem nunca mais se eleja para cargo público, não merece nem ser Síndico do seu Condomínio. Conseguiu ser o Pior Governo que passou pelo Paraná. Um Governo pautado pelas mentiras, corrupção, Luiz Abi (O parente distante) Mauricio Fanini (o amigo distante), obras inacabadas, enfim um Governo que graças a Deus acabou. Fora Beto Richa é o que merece pelo que fez ao Paraná

  • Kheithy Marroney | 04 abr 2018

    O Paraná é um estado do futuro: A crise nacional chegou aqui dois anos antes.

  • bs | 07 abr 2018

    Espero que nenhum dos Richa seja eleito,
    seja o fim desse clã no Paraná.

Faça um Comentário