Cícero Cattani
16 ago 2017

MP vai recorrer contra decisão de juíza que absolveu Richa

<<<Juíza culpa os manifestantes  pela “Batalha do Centro Cívico” /

O MP vai recorrer contra a decisão da  juíza Patricia de Almeida Gomes Bergonse, da 5.ª Vara da Fazenda Pública, que considerou que os manifestantes foram responsáveis pelo confronto  e  rejeitou a ação civil pública movida pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR) que pedia a condenação do governador Beto Richa (PSDB) por improbidade administrativa, pelos desdobramentos da chamada “Batalha do Centro Cívico”– que terminou com aproximadamente 200 pessoas feridas. .

Em nota, o MP alega estar convicto da sólida sustentação jurídica do pleito apresentado ao Judiciário:”A respeito do não recebimento, pela 5ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba, da Ação Civil Pública movida pelo Ministério Público do Paraná sobre excessos na contenção de protesto ocorrido em 29 de abril de 2015, em frente à Assembleia Legislativa do Paraná, o MPPR informa que, embora não tenha sido notificado oficialmente da decisão, vai recorrer por estar convicto da sólida sustentação jurídica do pleito apresentado ao Judiciário paranaense. Na ação, são requeridos por atos de improbidade administrativa o governador do Estado, o então secretário de Segurança Pública e integrantes da cúpula da Polícia Militar do Paraná”.

Comentários

  • Pandora | 16 ago 2017

    Lamentável… Eis que 9% do fundo de participação dos Estados, mais os retroativos de auxílio alimentação (08 anos) e auxilio moradia (05 anos), tudo recebido na boca do caixa, fizeram de nossas excelências meras vacas de presépio à disposição do Palácio Iguaçú.

Faça um Comentário