Cícero Cattani
28 nov 2015

Mesmo com tragédia, Beto disputa 500 Milhas

Mesmo com  o acidente fatal do piloto Robson Kolling, durante uma sessão de treinos livres nesta sexta-feira, a organização das 500 Milhas de Londrina decidiu manter a largada da 22ª edição para as 16h (de Brasília) deste sábado. A prova mais tradicional do automobilismo paranaense será realizada no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina, e recebeu inscrições de 35 carros, incluindo o protótipo MR1 que será pilotado pelo governador do estado, Beto Richa.

Beto Richa confirmou sua participação apenas na noite da última sexta-feira e integrará a equipe que conduzirá o protótipo MRX número 37, composta por Lorenzo Varassim, Paulo Varassim, Eduar Merhy Neto, Caco Almeida e Roberto Baú.

Richa não é um novato em provas de automobilismo. O piloto participa de corridas desde a década de 1980 e, inclusive, já venceu a corrida londrinense. Em 2011, ao lado de Lucas Molo e Anderson Faria na condução de uma Ferrari F430, o atual governador completou as 262 voltas da corrida em 6h22min18s.

Beto também venceu a categoria Chevetteira da Cascavel de Ouro, outra tradicional prova do automobilismo paranaense, em 1991, além de pilotar carros de categorias importantes do esporte a motor nacional. Em 2012, Richa pilotou um caminhão da Fórmula Truck e um ano depois teve a possibilidade de conduzir um Stock Car

.

Comentários

  • John Doe | 28 nov 2015

    E também teria disputado a prova Monsenhor Ivo Zanlorenzi, mas essa é outra história…

  • Antônio Celso Garcia | 28 nov 2015

    E desde de quinta em londrina em agenda secreta kkkkkkkk olha aí a agenda secreta usou o jato da helisul diárias do governo Staff do governo é festa do governo meio aloirado coitada da 1 da 2 da 3 da 4 e sei mais quantas kkkkkkk

  • jk | 28 nov 2015

    E o Estado a deriva…

  • Vitor Garcia | 29 nov 2015

    Prezado Cícero, sou assessor de imprensa das 500 Milhas de Londrina e gostaria de saber qual a fonte utilizada para a escrita desse post, uma vez que nada faz sentido, a não ser a participação do piloto Beto Richa. Estamos na edição de número 24 e não 22 como mencionada, além disso o piloto Robson Kolling faleceu em 2013 em um acidente durante um treino naquele ano. Além disso o texto possui partes sem sentido algum, pois inicia dizendo que ele pilotará um MR1 e depois um MRX, carros totalmente diferentes. Coloco-me a disposição para sanar qualquer dúvida a respeito, além de correção das informações aqui contidas.

  • Antônio Celso Garcia | 29 nov 2015

    Sai para lá baba ovo já pegaram patrocínio disfarçado …com certeza de alguma empresa amiga do playboy que arrumou grana para este povo aí de londrina ,e vem aqui querer defender o playboy que arrombou de novo nosso rabo com a autorização de 10% do pedágio no final do ano …vai se fuuuuuuu sai pra lá baba ovo

Faça um Comentário