Cícero Cattani
25 set 2018

Haddad cresceu mais no Sul do que no Nordeste, mostra Ibope


Petista melhorou desempenho em todas as regiões; Bolsonaro compensa perda no Sul e fica estável

A análise dos dados da pesquisa Ibope divulgada na noite desta segunda-feira mostra que o crescimento do candidato Fernando Haddad (PT) de 19% para 22% nas intenções de votos no país baseou-se numa melhora de desempenho em todas as regiões. Se o Nordeste é a região com maior potencial de transferência de votos que seriam dados ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, segundo as pesquisas, desta vez o crescimento de Haddad foi maior no Sul do país. Ele passou de 11% para 19% na região, enquanto no Nordeste ele foi de 31% para 34%.

No Sudeste, região que concentra 44% do eleitorado nacional, Haddad oscilou de 15% para 16%, enquanto nas regiões Norte e Centro-Oeste, somadas, pulou de 15% para 20%.

Em contraste com a melhor de Haddad no Sul, Jair Bolsonaro (PSL) perdeu oito pontos percentuais no conjunto formado por Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Ele caiu de 38% para 30% da preferência deste eleitorado. O candidato do PSL compensou esta baixa com oscilação positiva no Sudeste (de 29% para 31%), no Nordeste (de 16% para 17%) e no Norte e Centro-Oeste (de 32% para 33%).

Entre os outros candidatos, Ciro Gomes tem sua melhor performance no Nordeste, onde amealha a preferência de 18% dos eleitores, sete pontos a mais do que sua média nacional. Geraldo Alckmin (PSDB), ex-governador de São Paulo, vai melhor no Sudeste, com 10% das intenções de voto, dois pontos acima do seu resultado em todo o país. O ponto fraco do tucano é o Nordeste, onde foi citado por apenas 4% dos entrevistados.

Veja o corte por região da pesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira:

EM TODO O PAÍS

Jair Bolsonaro (PSL) – 28%

Fernando Haddad (PT) – 22%

Ciro Gomes (PDT) – 11%

NORDESTE (27% do eleitorado)

Jair Bolsonaro (PSL) – 17%Fernando Haddad (PT) – 34%

Ciro Gomes (PDT) – 18%

Geraldo Alckmin (PSDB) – 4%

Marina Silva (Rede) – 5%

SUDESTE (43% do eleitorado)

Jair Bolsonaro (PSL) – 31%

Fernando Haddad (PT) – 16%

Ciro Gomes (PDT) – 10%

Geraldo Alckmin (PSDB) – 10%

Marina Silva (Rede) – 5%

SUL (15% do eleitorado)

Jair Bolsonaro (PSL) – 30%

Fernando Haddad (PT) – 19%

Ciro Gomes (PDT) – 9%

Geraldo Alckmin (PSDB) – 7%

Marina Silva (Rede) – 2%

NORTE E CENTRO-OESTE (15% do eleitorado)

Jair Bolsonaro (PSL) – 33%

Fernando Haddad (PT) – 20%

Ciro Gomes (PDT) – 8%

Geraldo Alckmin (PSDB) – 9%

Marina Silva (Rede) – 7%

Faça um Comentário