Cícero Cattani
02 dez 2015

Gleisi chama de ‘desrespeitosa’ ação da ‘prefs’

Gazeta do Povo:

Após a polêmica campanha da prefeitura de Curitiba que, atacando os direitos dos deficientes buscava informar sobre os abusos vividos por pessoas com deficiência, a senadora Gleisi Hoffmann (PT) usou as mídias sociais para criticar a ação.

Na postagem em seu Facebook, a petista disse que trabalhou com a presidente do Conselho da Pessoa com Deficiência de Curitiba Mirella Prosdócimo na Casa Civil do governo federal, mas que lamentou a forma com que a campanha foi feita – Gleisi foi ministra no primeiro mandato da presidente Dilma Rousseff. “Um assunto tão sério não pode ser abordado de maneira desrespeitosa numa época política delicada que estamos vivendo, onde sentimentos de ódio, preconceito e conservadorismo afloram”, escreveu a senadora.

A postagem da petista mostra que, cada vez mais o partido está se distanciando da administração de Gustavo Fruet (PDT) e se preparando para as eleições de 2016. No pleito, o PT terá candidatura própria, provavelmente na figura do deputado estadual Tadeu Veneri.

Outra baixa da administração Fruet ocorreu nesta terça-feira (1.º) . A vice-prefeita Mirian Gonçalves, também do PT, pediu exoneração do cargo na Secretaria do Trabalho e Emprego. Em entrevista ao blog Caixa Zero, Mirian afirmou que estava deixando o cargo por coerência, já que o partido enfrentará Fruet – que buscará a reeleição – nas urnas no ano que vem.

De acordo com a vice-prefeita, a candidatura tem o objetivo de defender o partido. “Embora haja pessoas do PT envolvidas na Lava Jato, isso não representa o partido. Somos muitos. E a única forma de conversar com a população são os minutinhos do programa de televisão”, disse.

Faça um Comentário