Cícero Cattani
22 maio 2018

Em ação, Richa fixa em R$ 35 mil o valor da sua honra.

O engenheiro Carlos Alberto Richa, o Beto Richa, arbitrou em R$ 35 mil o valor da sua honra. Na quinta ação que move contra este blogueiro, mais uma vez não abriu mão desse valor para “repor perdas sofridas com a implacável perseguição”. O advogado Osmann de Oliveira, de pronto, não aceitou pagar, com um argumento prosaico: honra não tem preço.

Foi na audiência de instrução e julgamento no 5º Juizado Especial Cível, Criminal e da Fazenda no processo que move contra este jornalista.

Mas a “punição” vai além: suspensão condicional do processo por dois anos, mediante cumprimento das seguintes condições: a) Proibição de ausentar-se da comarca onde reside, por mais de trinta dias, sem a autorização prévia feste Juízo; b) Comparecimento pessoal e obrigatório durante dois anos em Juízo, bimestralmente, para informar e justificar as atividades; c) reparação do dano moral pleiteado pelo requerente, no valor mínimo de R$ 35.000,00; d) Não voltar a delinquir, sob pena de revogação deste benefício”.

Nova audiência foi marca para 17 de agosto

Comentários

  • penitenciario | 22 maio 2018

    Não ligue Cicero, o cara é canalha e vagabundo ; o juiz do quinto juizado especial , já sabe que ele meteu a mão tambem no paranaprevidencia, no dindim tambem da magistratura !

  • JEFFERSON LUIS MENDES | 23 maio 2018

    Ele deveria indenizar os servidores públicos pela humilhação que passaRAM no 29 de abril 2015

Faça um Comentário