Cícero Cattani
17 jul 2017

Duas em uma: Richa por Ruth e Nascimento

 (Por Ruth Bolognese)  –  É urgente e premente que o governador Beto Richa seja religado. Deixa-lo assim, fora do tempo e do espaço, um robô valioso e sagaz, com todas as caraterísticas de um ser humano inteligente e atilado, é um desperdício para o Paraná, que ja investiu muito no Projeto.
Ligado, imediatamente o governador poderia dar opinião sobre os acontecimentos sobre acontecimentos políticos e sociais que ocorrem no Estado.
Por exemplo:

  • casamento da aliada Maria Victória: se esteve presente, o que achou?
  • Sorriso do Temer: real, ilusório ou plastificado forever?
  • Ratinho ou Osmar Dias? Desliguem de novo!

Será dureza Beto se eleger senador

(por Celso Nascimento) – Já houve tempo em que Beto Richa ganhava nota 8 (numa escala de 0 a 10) entre os melhores prefeitos de Curitiba. Era o primeiro da classe, segundo pesquisa Datafolha de setembro de 2009. No ano seguinte, seria eleito governador, com folga, no primeiro turno, e repetiria a façanha para se reeleger em 2014. Mas não repete o mesmo grau de prestígio. Atualmente, segundo levantamento do o G1, Richa figura em 17.º lugar entre os 27 governadores, com nota 4,4.

O instituto Paraná Pesquisas também atribui a Richa alto índice de rejeição: 58% na média estadual; 70% na região de Curitiba e litoral.

Ano que vem tem eleição e Richa quer uma das duas cadeiras de senador que estarão em disputa. Pelas pesquisas mais recentes, se a eleição fosse hoje Roberto Requião seria reeleito. Quando à segunda vaga, Richa ainda amarga um terceiro lugar entre os preferidos pelo eleitorado, perdendo até para um improvável candidato, o procurador federal Deltan Dallagnol, e empata tecnicamente com o deputado Rubens Bueno, na casa dos 20%.

Comentários

  • Zangado | 17 jul 2017

    Está na hora de irmos encerrando sua carreira política, rastro de desastres e incompetência, nepotismo, malversaçao e corrupção, denúncias judiciais pendentes, tudo isso estamos tendo com um governador-família (com um rebento em nepotismo cruzado na prefeitura de Curitiba) já avaliado como o pior governador que já passou pela praça da Salete.

Faça um Comentário