Cícero Cattani
25 ago 2018

Carlos Ratinho Jr é novo com métodos velhos

Por Ruth Bolognese, Contraponto 

Como diria o senador Alvaro Dias, há uma grande diferença entre a estampa facial e o que vai n’alma. O candidato ao governo, agora auto denominado Carlos Ratinho Jr, tem apenas 37 anos, se apresenta como novo na política, mas é quase um caduco, a se analisar os métodos políticos.
E as atitudes comprovam.

Para adquirir músculo como caçador de votos, ele ocupou a secretaria de Desenvolvimento Urbano no governo Beto Richa por três longos anos. Desde os tempos do ex-governador Ney Braga no final dos anos 70, o então mega executivo Saul Raiz foi ungido no mesmo cargo para se viabilizar como candidato ao Governo. Não deu certo.

Mais pra frente, já no final dos anos 80, Roberto Requião também ocupou a secretaria de Desenvolvimento Urbano no governo de Alvaro Dias. Deu certo.

Outra tática que Beto Richa imortalizou e o candidato Carlos Ratinho Jr se vale agora é a censura a pesquisas. Beto Richa ficou tão obsessivo em impedir que os números das sondagens viessem a público, nas duas últimas disputas para o governo, que censurava até quando estava na frente dos adversários. Deu certo.

Eis o “novo” Carlos Ratinho seguindo a mesma trilha de quase 40 anos atrás. Urso velho não aprende truque novo diz a Masha, heroína russa do desenho infantil (convivência com netos pequenos dá nisso), e é a mais pura verdade. Mas urso novo é doidinho pra aprender truques antigos. Se vai dar certo no caso de Ratinho, veremos.

(Foto: Marcelo Andrade/Gazeta do Povo)

Faça um Comentário