Cícero Cattani
03 fev 2019

Brasília expurga Renan, Ratinho acoberta Traiano

Enquanto o senado expurgava Renan Calheiros, aqui a unanimidade da Assembleia confirmava Ademar Traiano para novo mandato. Não só ele: Plauto Miró Guimarães era eleito para a primeira vice-presidência.

Lá em Brasília, governo federal se empenhou para derrotar o velho político comprometido por dezenas de denúncias no Supremo Tribunal.

Aqui, Ratinho Júnior tratou de acobertar Traiano.

Um escárnio: na mesma semana, o Tribunal de Justiça do Paraná havia homologado a delação premiada do ex-diretor da Secretaria de Educação Maurício Fanini. A delação é no âmbito da Operação Quadro Negro, que investiga o desvio de mais de R$ 20 milhões na construção de escolas do estado.

Fanini apontou os deputados estaduais Ademar Traiano (PSDB) e Plauto Miró (DEM), como beneficiários do desvios de dinheiro , no escândalo do Quadro Negro.

Promessa de novos tempos. Lá em Brasília.

Faça um Comentário