Cícero Cattani
15 fev 2018

Avô da FHC defendeu fuzilamento de D Pedro II

O alferes republicano Joaquim Ignácio Cardoso, avô do presidente Fernando Henrique Cardoso, em 1889, defendia a execução de D Pedro II e de toda a família imperial brasileira por um pelotão de fuzilamento. A informação é do historiador Laurentino Gomes.

  • Numa reunião com o tenente-coronel Benjamin Constant Botelho de Magalhães, militares discutiram o que fazer com o imperador Pedro II. “O que devemos fazer do nosso imperador?” — quis saber Benjamin Cons­­tant. O alferes Joaquim Inácio sugeriu: “Exila-se”. O interlocutor insistiu: “Mas se resistir?”. O avô de Fernando Henrique Cardoso radicalizou: “Fuzila-se!” Benjamin Constant assustou-se: “Oh, o sr. é sanguinário! Ao contrário, devemos rodeá-lo de todas as garantias e considerações, porque é um nosso patrício muito digno”. O imperador foi exilado.

Não estaria o neto  fazendo algo parecido ao alimentar a candidatura do Luciano Hulk? Não fuzilar, mas varrer do mapa o que resta de democracia no país.

Comentários

  • Fernando Cesar | 16 fev 2018

    Família mau caráter! Dom Pedro II em toda historia brasileira é um dos maiores estadista q ja tivemos, ao contrario dos cardosos q so envergonham a nação.

Faça um Comentário