Cícero Cattani
10 ago 2017

As quentes da manhã desta quinta

<<< Câmara aprovou alteração no texto original da reforma política que prevê fundo público para financiamento de campanha. / 


Leia as principais notícias desta quinta-feira (10) para começar o dia bem informado. Por Exame Hoje.


Comissão da reforma política aprova texto que cria fundo eleitoral e “distritão”. A mudança sobre o texto original da reforma política prevê a criação de um fundo público de R$ 3,6 bilhões para financiamento de campanha. Além de aprovar sistema onde são eleitos para o Legislativo os candidatos com mais votos em cada Estado, diz O Estado de S. Paulo.

Advocacia-Geral da União defende “deputado da mala” em processo. Segundo aFolha de S. Paulo, a AGU vai defender que o ex-deputado Rodrigo da Rocha receba seu salário mesmo após ter seu mandato suspenso pelo STF. Uma ação popular pede que Loures devolva os valores.

Advogado que atuou para Odebrecht e escapou da Lava Jato diz que empreiteira entregou prova falsa. O advogado Rodrigo Tacla Durán acusa a empreiteira de ter apresentado à Lava Jato extratos falsificados de um banco no Caribe como provas de repasses de propinas, publica a Folha de S. Paulo.

Centrão cobra cargos e ameaça travar Previdência. De acordo com O Estado de S. Paulo, líderes de partidos aliados ameaçam não retomar as articulações para votar a reforma da Previdência até que o governo faça uma redistribuição de cargos que estão nas mãos daqueles que votaram na Câmara pela admissibilidade da denúncia contra Temer.

Congresso rechaça impostos e ainda quer reduzir receitas. A equipe econômica enfrenta dificuldades para conter o rombo fiscal e pretendia revisar a meta fiscal, fazer cortes e aumentar tributos. Mas após a confusão sobre o aumento da alíquota do imposto de renda, o cenário fica desfavorável para criação de novos impostos, aponta o Valor Econômico.

Política e mundo

Temer e ministros discutem estratégia para cobrir rombo público. A equipe econômica do governo tenta encontrar uma solução as contas públicas e é cada vez mais certo de que terá que rever a meta fiscal.

Polícia Federal isenta Aécio Neves no caso Furnas. O inquérito Furnasinvestigava suposto esquema de propinas no âmbito da estatal de energia. Aécio era investigado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Projeto sobre ICMS de combustível de aviões vai para comissão do Senado. A decisão foi tomada depois que Geraldo Alckmin, governador do Estado de São Paulo, que atualmente cobra 25% de ICMS sobre o combustível dos aviões, se reuniu com o presidente do Senado.

Coreia do Norte diz que lançamento em Guam ocorrerá até meio de agosto. Em uma declaração emitida na manhã desta quinta-feira (horário local), o general comentou que os mísseis a serem lançados sobrevoarão Shimane, Hiroshima e Kochi, no Japão, e chegarão a zonas marítimas nas proximidades de Guam.

Enquanto você desligou…

Custos com hedge levam Oi a prejuízo de R$3 bi no 2º tri. O resultado negativo foi 16 vezes maior que o prejuízo de 200 milhões de reais apurado nos três meses imediatamente anteriores.

Lucro da Ultrapar cai 33% no 2º trimestre, a R$247 milhões. Essa queda refletiu entre outros fatores, o resultado mais fraco da Ipiranga, que é responsável por cerca de três quartos do resultado do conglomerado.

Lucro da MRV sobe 2,3% no 2º trimestre, a R$141 milhões. A empresa teve alta anual de 18,6% nos lançamentos do segundo trimestre, a 1,33 bilhão de reais, um recorde histórico da companhia para o segundo trimestre.

Na B3, Petrobras e BB dizem estar menos vulneráveis a ingerências. Ao selarem a adesão ao programa de governança da B3, os chefes das companhias revelaram que subsidiárias também participarão da iniciativa.

Prejuízo da Rumo soma R$ 30,2 mi no 2º trimestre. O Ebitda da empresa atingiu R$ 732,7 milhões no segundo trimestre, resultado 24% superior ao reportado no mesmo período do ano passado.

Cosan tem prejuízo líquido de R$76 mi no 2º trimestre. No mesmo período do ano passado, a empresa reportou um lucro líquido de cerca de 280 milhões de reais.

CPFL Renováveis tem prejuízo de R$ 71,78 mi no 2º trimestre. No acumulado do semestre, o prejuízo foi 24,5% menor, na mesma comparação, somando R$ 126,44 milhões.

Agenda do dia

Nesta quinta-feira, os Estados Unidos divulgam o IPP de julho. Na China, sai os dados sobre novos empréstimos. Também sai o relatório mensal da Opep.

Faça um Comentário