Cícero Cattani
12 jul 2018

Alvaro sinaliza que pode ser vice de Alckmin, diz Folha

Na hipótese não tão remota de Alvaro Dias compor com Geraldo Alckmin sendo seu vice, é de se imaginar o tamanho da reviravolta na companha estadual. O naufrágio de Cida Borghetti e a ascenção de Osmar Dias, como consequências imediatas. O MDB de Roberto Requião deixaria de ser o único protagonista de uma aliança forte com o PDT de Osmar. O que mais vier se especular como resultado dessa aliança nacional deve ocupar mentes e corações de quem vive da política, sem, contudo, num primeiro momento,  chegar aos eleitores ainda ausentes do processo eleitoral.

Quem especula uma  união PSDB e Podemos é a coluna Painel da Folha de S. Paulo:

Envergou Dirigentes do PSDB voltaram a procurar Álvaro Dias (Podemos) para oferecer a vice na chapa presidencial de Geraldo Alckmin. Esses tucanos dizem que, antes avesso a qualquer conversa, Dias começou a dar sinais de que topa discutir o assunto.

Dança da solidão O principal argumento dos tucanos é o de que não vale a pena Dias se arriscar na campanha se for para caminhar sozinho, sem uma sigla que o apoie.

Faça um Comentário